Tratamento de Água e Esgoto. Estação de Tratamento de Efluentes

Estação de Tratamento de Esgoto (ETE)

(ETE) estação de tratamento de esgoto

Na estação de tratamento de esgoto, ou ETE, é onde acontece todo o processo de despoluição da água. O tratamento de esgoto é dividido em duas etapas denominadas fases líquida e sólida.

Etapas do processo de tratamento da água

Fase líquida do sistema de tratamento de efluentes

A fase líquida tem início pela coleta. Após o esgoto ser recolhido nas residências pela rede coletora, os resíduos são levados aos interceptores e em seguida às estações de tratamento de esgoto. Ao chegar às ETEs, os efluentes, resíduos líquidos resultantes do esgoto doméstico, passam pelo gradeamento grosseiro, onde sólidos, como garrafas, pedaços de madeira e plásticos, ficam retidos nas barras. Em seguida, o esgoto passa pela estação elevatória de esgoto bruto. Esse equipamento, dotado de bombas hidráulicas, leva o esgoto para o nível superior, onde temos o gradeamento fino e os desarenadores.

Estação de Tratamento de Esgoto (ETE)

No gradeamento fino, ficam retidas nas barras, materiais como papéis, papelões e tecidos. Ao chegar ao tanque de areia, o esgoto passa pelo processo de sedimentação, os grãos de areia mais densos vão para o fundo. A etapa seguinte é representada pelos “Reatores RAFA” (Reatores Anaeróbios de Fluxo Ascendente). Dentro dos RAFA, a matéria orgânica sofre decomposição por bactérias anaeróbias, resultando na remoção de grande parte dos sólidos. Ocorre, também, a separação entre as partes líquida, sólida e gasosa. A parte líquida segue para o próximo tanque, a sólida, para o tanque de lodo e a gasosa, para a central de queimadores de gases.

Depois disso, passa-se ao passo seguinte, que acontece no tanque de aeração. Lá, através de adição de ar, microorganismos aeróbios são estimulados a se alimentar de matéria orgânica no esgoto. Esse processo dá início à formação do lodo, reduzindo a carga poluidora da mistura. Para dar continuidade ao processo de tratamento de água, o esgoto é levado ao decantador secundário, onde o lodo formado anteriormente sedimenta e o efluente segue para a próxima etapa, com isso, a parte líquida já está 90% livre de impurezas.

Ja com grande parte das impurezas removidas do esgoto, segue-se para a última etapa da parte líquida do tratamento de água, a desinfecção ultravioleta. Neste ponto, o efluente é exposto a raio ultravioleta e, ao entrar em contato com a luz germicida, as bactérias presentes tem seu DNA alterado, tornando-se estéreis e, portanto, inofensivas. Terminada essa etapa, o efluente já está limpo e pode ser lançado em rios e córregos.

Já conhecida a etapa líquida do tratamento de esgoto, vamos descobrir o que ocorre na fase sólida.

Fase sólida das etapas de tratamento da água

Após passarem pelo tanque de lodo, os efluentes são levados até os adensadores na casa de desidratação, onde em um processo semelhante à decantação, parte da água do lodo é removida e depois inicia-se o processo de secagem. Ainda na casa de desidratação, o lodo passa por um novo processo de secagem, com o objetivo de reduzir o teor de líquidos da mistura facilitando no transporte desta em forma de blocos ao aterro. Finalmente, a parte do lodo que não foi digerida é reintroduzida no sistema de tratamento de água. Para isso, segue, novamente, para a estação elevatória de esgoto, findando todas as etapas do tratamento de esgoto e reiniciando o ciclo.

Como funciona a estação de tratamento da água

Etapas do tratamento da água em desenho