Tema de redação – Envelhecimento da população brasileira: os novos desafios

Proposta Versão 1 Versão 2 Versão 3

Proposta Tema: Envelhecimento da população brasileira: os novos desafios.

Após a leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo da sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em norma padrão da língua portuguesa sobre o tema Envelhecimento da população brasileira: os novos desafios, apresentando proposta de intervenção, que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.

TEXTO I

Daqui a 20 anos, Brasil vai ter mais idosos do que crianças, afirma IBGE

Pesquisa diz que população vai encolher a partir de 2047. Em 2060, quando a projeção termina, o número estimado é de 228 milhões de habitantes.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) lançou nesta quarta-feira (25) um olhar sobre o futuro da população brasileira. Em duas décadas, o número de idosos deve superar o de crianças e adolescentes de até 15 anos.

São 208,5 milhões, mais o Pedro. Ele nasceu nesta quarta-feira (25) e se juntou a essa turma, nós, brasileiros em 2018.

Ao mesmo tempo em que segura o bebê, Joana abraça a tendência registrada pelo IBGE: as brasileiras estão tendo filhos cada vez mais tarde, ela, aos 41.

“Tenho três amigas que tiveram filhos agora, uma com 39, uma com 41 e outra 42. Realmente, a estatística é firme”, disse a empresária Joana Mendes.

Projetando o Brasil do futuro, o IBGE confirma a estimativa de que a população vai encolher, mas não tão rápido quanto se esperava. Na projeção anterior, divulgada cinco anos atrás, o ano da virada seria 2043. As mulheres estão cada vez mais esperando chegar à maturidade para receber a visita da cegonha. Esse foi um dos principais fatores que pesaram nessa revisão do IBGE. Em resumo, é assim: ela trabalha até mais tarde e garante o crescimento da população brasileira por mais quatro anos.

Vamos continuar crescendo até 2047, quando seremos 233 milhões. A partir daí a população começa a encolher aos poucos. Em 2060, quando a projeção termina, o número estimado é de 228 milhões de habitantes. O ano de 2039 deve ser um outro marcante em nosso calendário. É o ano em que a cara do Brasil vai mudar. A imagem de país jovem vai dar lugar a um povo mais maduro. Pela primeira vez, o número de idosos com mais de 65 anos vai ser maior que o de crianças menores de 15 anos.

Atualmente, o número de pessoas com mais de 65 anos é de, aproximadamente, 1 a cada 10 brasileiros. Em 2060, 1 a cada 4 brasileiros vai estar nessa faixa etária.

Cleuza olha para o futuro e se preocupa. A notícia de que os brasileiros vivem mais é ótima, mas ela gostaria de envelhecer com mais crianças e jovens por perto. “Chega um momento que essas pessoas também adoecem e param de gerar emprego. O jovem precisa vir para trabalhar, para ajudar para que o país continue, se não vai estagnar. Os idosos, tudo bem, transmitem a sabedoria, mas a juventude faz falta. A juventude é linda”, diz a aposentada Cleuza Pimenta.

Disponível em: http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2018/07/daqui-20-anos-brasil-vai-ter-mais-idosos-do-que-criancas-afirma-ibge.html

TEXTO II

Versão 1

Carreira Prolongada

No filma “A melhor Idade, com Richard Butler, a personagem procura se enquadrar no mercado de trabalho após idoso. O cenário é apresentado com humor ao relatar os desafios para se trabalhar depois dos 60. Contudo, na vida real, lidar com a falta de energia e novas tecnologias pode ser desgastante, o que leva à análise das tratativas e tentativa de solução da problemática.

Nesse sentido, é válido ressaltar dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) que mostram o envelhecimento da pouplação ao destacar que, a partir de 2047, o número de cidadãos no país passará a diminuir. Esse dado contrasta, ainda mais, a necessidade de prepagar os mais velhos da nação para a informática, tão demandada no mercado.

Ademais, o Ministério da Saúde, em publicações no site oficial, evidencia a importância de uma boa alimentação para a boa saúde nos últimos anos de vida. Entretanto, a escolha pelo saudável tem sido prejudicada pela inflação causada pela alta do dólar, lastimavelmente.

É, por conseguinte, importante que o Legislativo, mediante votação na câmara com ampla maioria, reduza os impostos sobre a importação de computadores e viabilize que mais anciões os comprem, para que possam se preparar adequadamente a novos empregos. Outrossim, o Executivo, por meio do Ministério da Economia com a intervenção no câmbio, deveria vender mais dólares para que o preço da comida de qualdiade se reduza, permitindo idosos adquirí-la com tranquilidade. Assim, garante-se uma preparação desses condizente com os desafios da carreira profissional prolongada.

Versão 2

Carreira Prolongada

No filme “A melhor Idade”, com Richard Butler, a personagem procura se enquadrar no mercado de trabalho já idoso. O cenário é apresentado com humor ao relatar os desafios para se trabalhar depois dos 60. Contudo, na vida real, lidar com a falta de energia e novas tecnologias pode ser desgastante, o que leva à análise das tratativas e tentativa de solução da problemática.

Nesse sentido, é válido ressaltar dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) que mostram o envelhecimento da pouplação ao destacar que, a partir de 2047, o número de cidadãos no país passará a diminuir. Esse dado demanda, ainda mais, a urgência de se preparar os mais velhos da nação para a informática, tão necessária no mercado em que a terceira idade tem estado cada vez mais presente.

Ademais, o Ministério da Saúde, em publicações em seu site oficial, evidencia a importância de uma boa alimentação para o bem-estar nos últimos anos de vida. Entretanto, a escolha pelo saudável tem sido prejudicada devido à inflação causada decorrente da alta do dólar, que, lastimavelmente, reduz a oferta de alimentos no país, impulsionando os preços.

É, por conseguinte, importante que o Legislativo, mediante votação na câmara com ampla maioria, reduza os impostos sobre a importação de computadores e viabilize que mais anciões os comprem, para que possam se preparar adequadamente a novos empregos. Outrossim, o Executivo, por meio do Ministério da Economia com a intervenção no câmbio, deveria vender mais dólares para que o preço da comida de qualidade se reduza, permitindo a idosos adquirí-la com tranquilidade. Assim, garante-se uma preparação desses condizente com os desafios da carreira profissional prolongada.

Versão 3

Carreira Prolongada

No filme “A melhor Idade”, com Richard Butler, a personagem principal procura se enquadrar no mercado de trabalho já idoso. O cenário é apresentado com humor ao relatar os desafios para se trabalhar depois dos 60. Contudo, na vida real, lidar com novas tecnologias e a falta de energia pode ser desgastante, o que leva à análise das tratativas para tentativa de solução da problemática.

Nesse sentido, é válido ressaltar dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) que mostram o envelhecimento da pouplação ao destacar que, a partir de 2047, o número de cidadãos no país passará a diminuir. Esse dado demanda, ainda mais, a urgência de se preparar os mais velhos da nação para a informática, tão necessária no mercado em que a terceira idade tem estado cada vez mais presente.

Ademais, o Ministério da Saúde, em publicações em seu site oficial, evidencia a importância de uma boa alimentação para o bem-estar nos últimos anos de vida. Entretanto, a escolha pelo saudável tem sido prejudicada devido à inflação causada decorrente da alta do dólar, que, lastimavelmente, reduz a oferta de alimentos no país, impulsionando os preços e restringindo uma nutrição adequada aos indivíduos já sexagenários ou além.

É, por conseguinte, importante que o Legislativo, mediante votação na câmara com ampla maioria, reduza os impostos sobre a importação de computadores e viabilize que mais anciões os comprem, para que possam se preparar adequadamente a novos empregos. Outrossim, o Executivo, por meio do Ministério da Economia com a intervenção no câmbio, deveria vender mais dólares para que o preço da comida de qualidade se reduza, permitindo a idosos adquirí-la com tranquilidade e, assim, usufruírem da energia necessária na execução de tarefas. Desse modo, garante-se uma preparação desses condizente com os desafios da carreira profissional prolongada.

WeCreativez WhatsApp Support
Nossos tutores estão aqui para responder às suas dúvidas!
👋 Ei, como posso ajudar?